Home

“São tantas as formas inventadas para denominar você e nenhuma traduz essa garotinha que é mulher….que é forte e chorona… que é doce e teimosa… que é maluca e racional… que é dengosa e espoleta… que é linda e cega… que é alegria e as vezes lágrimas… que é super pra cima e que com lágrimas nos olhos, faz força pra não chorar… que é tão sonhadora e tem tantos pesadelos… que é bondosa e devassa… que é tão grandona e tão pequenina… que é tão responsável e tão impulsiva… que é tão talentosa e imatura… que é tão ela mesma, que se confunde e é confundida, se atropela e é atropelada, se distorce e é retorcida, se destrói e deixa que a destruam, que é tudo isso e muito mais…”

À voce:
“Suas palavras encharcadas de carinho e bem-querer cristalino vieram como compressas de álcool para abaixar minha febre, e se estivesse aqui veria cada canto dos lábios subindo e estampando um sorriso. Suas palavras me fizeram bem. Sempre fazem. Me fazem rir e sorrir. Continue me escrevendo, senão vou aí na escuridão da noite pintar cada unha do seu pé de uma cor (daquelas mais arregalantes) rs! Com carinho sempre, de quem já te ama.”

4 thoughts on “Sobre amizade

  1. Há momentos na vida, que as amigas brejeiras sabarences que migraram das terras alagadas do Ceará, são assim….simples….simplesmente miguxas!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s