Home


Loucura.
Alucinação.
Sofrimento humano.
O cárcere da demência.

Sufoco nas entranhas.
Soco no coração.
Sangue nos olhares.
Fraqueza nos corpos.
Punhos de punhal.
Gritos dilacerando gargantas.

Cólera.
Violência.
Contenção.
Tão vulneráveis a si mesmos…

Um vômito de terror e tristeza.

Loucura. Loucos.
Presos em seus próprios corpos e cabeças.
Cabeças presas em mundos sufocantes.
Mundos de muros manchados de sangue e fumaça negra.
De pontas de lança, vozes e ruídos.

Sumir dali.
Sumir dali.
Nunca quis ter visto.
Minutos sufocantes de uma realidade surreal.
Plástico comprimindo a face.
O fim do ar. Desespero.

Loucura latejante ao redor.
Impregnada em peles e paredes.
Impregnada e latejante dentro deles.
Coitados.

Pesar.
Tire-me daqui!
Tirem-nos dali! De suas cabeças!
Cortem-lhe as cabeças.
As cabeças da insânia.

Piedade.
Libertem-os.
Piedade…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s