Home

Image

Estava eu voltando feliz da vida do salão, me sentindo renovada com minhas sobrancelhas feitas, com a sensação de rosto clean e olhar marcante, toda esvoaçante abalando o quarteirão. Nem aquela catraca nova dos infernos do prédio me irritou. Aquela catraca que aquela síndica infeliz colocou lá embaixo pra atrasar a vida das pessoas. É! A tal catraca não funciona direito. Você coloca as digitais no mínimo 2 vezes pra ela te reconhecer. E quando “está liberado para passar” junto com o barulhinho (porque tudo tem que ter barulhinhos!) “Piiii”, você vai passar e…”Piii”, outro barulhinho junto com o ferro travando impede sua passagem sabe-se lá porque. E você só olha todos os 4 elevadores subirem ao mesmo tempo sem você! Ou seja, todos os 4 subindo dezoito andares, descendo dezoito andares, passando pelo E4, E3, E2, E1 e o escambal e passando pelos 20min do meu dia. Afinal, não tenho nada pra fazer mesmo né. Imagina o transtorno que uma catraca não faz no dia de uma pessoa. É, hoje, nem a catraca tirou meu bom humor. Eu era toda sobrancelhas!

Depois da saga da catraca, esperava o elevador em frente àquele maravilhoso e enorme espelho do hall, admirando meu novo rosto e pensando “Como uma sobrancelha renova as pessoas! Como amo ir no salão!” É, porque tem mulher que detesta. É sofrimento. E outras, como eu, que acham o paraíso, o momento de descanso. E sei bem disso porque já fiz projeto de salão com pesquisa qualitativa e tudo mais. Sei bem dos perfis femininos. E sei também de conversar com minhas amigas. Elas ficam chocadas quando falo que durmo até na sessão de depilação. Sim, eu durmo em tudo na verdade…Tenho a doença do sono, já falei. Ontem mesmo cheguei cedo e dormi até hoje. Deram umas 12h. Continuei com sono de dia…A situação tá tensa minha gente! Eu sei, eu sei, não precisa dizer de novo! Eu sei que tenho que fazer algum exercício físico pro corpo reagir dessa lerdeza mórbida. Vou fazer. Tá bom, eu sei que eu sempre digo isso, mas vou fazer. (Cof, cof). Cof, cof o que?

Mas porque eu cheguei nesse assunto mesmo? Eu tava dizendo que eu tava no hall. Quando de repente, mais que de repente, apareceu um cara com roupa colada de ciclista, andando meio torto, com uma barriga estranha, um olhar estranho, ele era todo estranho! Passou na catraca DE PRIMEIRA e veio andando passando na frente de todo mundo na fila do elevador. Ele era a cara daquele cara do Homens de Preto, o próprio ET. Eu tinha certeza absoluta que tinha chegado minha hora. Ele ia entrar no elevador, a barriga dele ia se mexer em ondas estranhas, ele ia se contorcer, umas garrinhas iam rasgar a barriga dele por dentro e ia sair um extraterrestre gosmento chumbo de sobrancelhas peludas lá de dentro e me engolir junto com todo mundo! E os porteiros vendo em pânico pelas câmeras sem poderem fazer nada. Sim, eu ia ser noticiário de TV, eu tinha certeza “Extraterrestre invade a terra. Entre os primeiros engolidos estão uma designer, por sinal de sobrancelhas perfeitas…”

Sim, poderia até ser engolida, mas minhas sobrancelhas, ah! Elas ficariam intactas na história. Chegaram dois elevadores ao mesmo tempo, ele entrou sozinho em outro. Bom, não foi hoje que o ET deu as caras por aqui. De caras, só a minha linda e luminosa!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s