Home

Beldade! Beldade é uma palavra clássica. Se fosse gente seria alta, magra, esbelta, esbeldade! Se fosse um bicho seria uma garça, leve, esticada, nariz pro céu, corpo canudo, branco divino. Se fosse um objeto, seria escultura lustrosa em marfim. Se fosse comida seria uma sobremesa chique em uma daquelas taças de dry martini com uma raspa de chocolate fina cravada, apontando pro lustre de cristal.

Beldade definitivamente não seria eu. Mas hoje fui chamada assim. Na verdade, cantada assim. Se era gatinho? Desde quando existe pedreiro gatinho?! É, pedreiro…Mas esqueçam esse detalhe sórdido pra não estragar a mágica do momento. Me deixem ser beldade por um dia. Ok, eu até me acho bonita, hoje estou nos dias bons, meu cabelo está legal, a maquiagem cobrindo bem, estou grata comigo mesma e todas essas coisas de espírito feliz. Mas beldade sempre é demais, se sentir beldade não é pra qualquer uma não… Hoje to beldade! Ai que chique! Posso empinar o nariz e dizer “Você sabe com quem está falando?”. Mentira, nem nunca faria isso. Acho o “ó” gente prepotente. Prefiro a simplicidade dos pedreiros. E sabe, eles foram tão cortêzes ao me cantar. É que pra pronunciar beldade tem que ter boca polida. Palavra mais classuda né? Eles se poliram pra pronunciar. Foram pedreiros bonzinhos e polidos. Quase uniformizados de terno e gel nos cabelos pintados de loiro-pagodeiro.

Bonzinhos…bonzinhos é o caralho! Lembrei que nos meus dias ruins eles não me deram nem uma palavra. Nem uma palavrinha só. Nem uma olhadinha que nada. Pra levantar auto-estima quando ela já está em alta é fácil demais. Acho que esses pedreiros não devem ter feito curso de pedreiros direito. Vou mandar um livro de bons comportamentos pedreirianos. Lição 1: “Além do seu trabalho, você nasceu para tornar o dia das mulheres mais feliz.” Lição 2 (importantíssima): “Não faça distinção de tipos. E elogie principalmente aquelas que estiverem na terrível Fase Feia”. Quero ver elogiar na Fase Feia! Quero ver! Só mesmo muito profissional. Esses pedreiros não estão nada profissionais. Elogiar de beldade uma mulher na sua melhor fase é coisa de gentleman, praticamente um pedido de casamento. Estão esperando o que? Que eu volte e diga sim? Não, não e não. Casar agora não. Posso passar lá e deixar um bilhetinho com um talvez. Quem sabe assim, esperançosos, eles não me chamarão eternamente de beldade enquanto aquela obra durar?

Beldade, ai como estou beldade…(suspiros)

8 thoughts on “Obra prima

  1. hahahha tem uma reportagem sobre isso q eu vi outro dia. as mulheres falando q cantadas de pedreiros fazem bem pra auto-estima delas e q eles raramente desrespeitam elas. se vc for parar pra pensar, pedreiros q ficam cantando são uma utilidade pública. ha!

    • Utilidade pública total! Imagina se não existissem pedreiros…calamidade geral. Afora as construções claro, as estimas iriam vagar perdidas pelas ruas da tristeza e solidão! haha

  2. Como sempre Magnífica. Adorei. Para seu conhecimento existem pedreiros bonitos sim. Parece que eles estão fazendo cursos de boas maneiras. Cantar como te cantam com tantas palavrinhas bonitas é muito educado da parte deles.Quando eu era moça, eles cantavam com palavras grosseiras como : gostosa e coisas assim. Te amo Beldade.

    • Ainda cantam de gostosa e coisa e tal. Mas grande parte é cantada de um humor que deixa a gente rindo. Beldade foi sofisticado demais, nunca tinha visto. E com certeza existem pedreiros gatos, foi só forma do texto ser divertido, beleza não se restringe à profissões ou classes socias.

      Te amo!

  3. Realmente andam evoluídos esses pedreiros. Lembro que há pouco tempo, quando passava com uma amiga perto de obra, nem palavras ouvi, foram apenas uivos e latidos. hahahahhahha

  4. Outro dia passando em frente a uma obra, passava junto um casal de homossexual e os pedreiros caíram em cima deles, com chacota e palavreado hostil, Beldade mesmo seria se esses mesmo pedreiros, tão polidos, em vez de fazerem chacota com homossexuais apenas os respeitassem.

    • Que triste. Nos dias de hoje ainda vemos tanta discriminação barata assim… Por todos os lados, apesar de que comparado a tempos atrás, hoje vemos já casais de mãos dadas na rua sem grandes problemas. um dia espero termos todos respeito uns com os outros…

      Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s